sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

BUSCAS A ELETRICISTA DA AES SUL SÃO ENCERRADAS EM AGUDO


Comando Regional do Corpo de Bombeiros afirma que “foram investidos todos os esforços possíveis” na procura








Corpo de Bombeiros decidiu encerrar as buscas na última quinta-feira 



O Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul decidiu encerrar as buscas ao

eletricista cachoeirense desaparecido em Agudo, na véspera de Natal. Vagner Ribeiro de Freitas,

de 25 anos, havia concluído um trabalho de manutenção de rede e se lavava nas águas do Arroio

Corupá, na localidade de Boêmia, no interior do município vizinho, quando o barranco em que ele

estava cedeu.

Desde então, Freitas não foi mais localizado. O Corpo de Bombeiros, os bombeiros voluntários de

Agudo e a própria AES Sul, com a ajuda de populares, montaram uma força-tarefa para tentar

encontrar Freitas, que é eletricista da AES Sul desde agosto de 2014. A empresa informou

que não mediu esforços para a localização do funcionário e que presta a assistência necessária à

família.

Cães farejadores, barcos e até um helicóptero foram empregados nas buscas. Nos últimos dias,

foram usadas até mesmo dragas para escavar a área, pois a suspeita principal é de que o corpo

de Freitas esteja soterrado no fundo do arroio. Conforme o Corpo de Bombeiros, as buscas foram

dificultadas pelo aumento do nível da água em razão da enchente de dezembro.

“Foram investidos os esforços possíveis”, resume o major Otávio Rodrigues Nunes,

chefe do Estado-Maior do 4º Comando Regional do Corpo de Bombeiros.

Até mesmo o leito do Rio Jacuí, entre Agudo e Cachoeira do Sul, foi percorrido pelo menos

10 vezes. O percurso por água tem aproximadamente 40 quilômetros. Mesmo com o fim das

buscas, existe a possibilidade de retorno caso haja alguma pista sobre a localização de Freitas.

O eletricista é casado e pai de duas filhas pequenas.
fonte o correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário