quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Mulher perde chave do cinto de castidade e pede socorro a bombeiros

Ela revelou que usava o aparato para evitar que "embarcasse em um relacionamento sexual"

Mulher passou por situação constrangedora na Itália. Foto: AliExpress/Reprodução
Mulher passou por situação constrangedora na Itália. 

Uma mulher de 60 anos passou por um situação constrangedora em Pádua, Itália. Ela saiu de casa e foi até a central do Corpo de Bombeiros, onde pediu ajuda para abrir um cadeado. Os bombeiros prontamente decidiram auxiliá-la e começaram a fazer perguntas de como isso aconteceu e que tamanho era o objeto. Foi então que ela revelou que se tratava de um cinto de castidade e que tinha perdido a chave.

Segundo um dos bombeiros, em entrevista a imprensa, a corporação ficou assustada com a notícia e, rapidamente, abriram o cadeado que prendia o cinto de castidade. A partir de então, eles começaram a investigar se a mulher tinha sofrido algum tipo de abuso ou violência sexual. Ao ser questionada sobre isso, a italiana disse que “isso era para evitar que ela embarcasse em um relacionamento sexual”.

Cinto de castidade
As primeiras informações sobre os primeiros modelos de um cinto de castidade surgiram na Europa, na Idade Média, provavelmente em Carrara, Itália. Logo depois, espalhou-se para todo o continente. O uso do objeto pelas mulheres não era consensual e tinha um viés religioso, pois elas deveriam se manter fiéis aos maridos.
fonte diário de pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário