terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Supervisão do Samu Arapiraca elabora novos projetos para 2016



Serviço Móvel de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Arapiraca está sob nova direção. Há dois meses, o órgão vem sendo comandado pelo médico intensivista Erivânio Alexandre Alves, que, com sua equipe, vem traçando um cronograma de projetos para serem colocados em prática ao longo de 2016.

Segundo Erivânio, o momento é de planejamento e a parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) é de extrema importância para que todos os projetos sejam colocados em prática o quanto antes.

“Nossa gestão está focada em metas. Estamos trabalhando para melhorar ainda mais o tempo resposta do serviço junto à população; investir no recurso humano, mantendo os nossos profissionais motivados, fortalecer o setor administrativo e ampliar os serviços”, frisou Erivânio.
Ainda de acordo com o supervisor, a aproximação do Samu com a população é um projeto que já vem dando certo. “Estamos levando informações para as escolas e mostrando como funciona o nosso trabalho. O propósito é transformar os estudantes em potenciais multiplicadores da importância do Samu para a sociedade. Iremos ampliar ainda mais esse projeto no próximo ano”, garantiu Erivânio.
Somente no ano de 2014, o Serviço de Atendimento Móvel de Atendimentos de Urgência (Samu) de Arapiraca registrou 8.546 atendimentos, sendo 3.771 motivados por traumas e 4.486 casos clínicos. De acordo com Erivânio Alexandre Alves, os números são altos principalmente os relacionados às vítimas de acidentes de trânsito.
A central do Samu Arapiraca é responsável por 19 Bases Descentralizadas, espalhadas por municípios do Agreste e Sertão. A estrutura daquela área conta com uma média de 250 colaboradores e 26 viaturas rodando (2 USA, 1 USA Neo e 24 USB) e 8 na reserva. “Hoje a população não consegue mais viver sem o Samu, o serviço de saúde que traz a resposta sempre mais rápida”, salientou o supervisor regional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário