segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

38 MORTOS ATÉ AGORA APÓS TERREMO EM TAIWAN

Terremoto de magnitude 6,4 em Taiwan deixa ao menos 38 mortos

O número de mortos após o terremoto de 6,4 graus na escala Richter que assolou Tainan, ao sul de Taiwan, subiu nesta segunda-feira para 38, enquanto as equipes de resgate localizaram mais 12 sobreviventes entre os escombros.

Mais de 55 horas depois do terremoto, as equipes de socorro tentam entrar entre os 
escombros do edifício Weiguan Jinlong, o mais afetado pelo terremoto e no qual estavam 36 dos 38 mortos, entre eles um bebê de apenas dez dias.
Uma equipe japonesa e outras duas chinesas estão cooperando com os taiuaneses na operação de salvamento, e conseguiram resgatar mais de 310 pessoas, várias vivas sob os escombros no edifício Weiguan Jinlong, de Tainan.
Entre os ainda 113 desaparecidos, segundo números de Serviço Nacional de Emergências, há quatro estudantes universitários que se suspeita ficaram presos em outro prédio derrubado, no distrito de Yongkang de Tainan, informaram os bombeiros da cidade.
"Meu filho falou comigo cinco minutos antes do terremoto e me disse que já ia voltar", disse a mãe de um dos universitários que se teme tenha ficado preso no elevador ou em outro lugar do edifício.
Também foram localizadas pelo menos outras 12 pessoas com sinais de vida, das quais várias foram resgatadas e se luta para salvar as demais.
O terremoto, de 6,4 graus de magnitude na escala aberta de Richter com epicentro na aldeia de Meinung, no sul de Taiwan, a 16,7 quilômetros de profundidade, sacudiu o sul da ilha, segundo o Serviço Meteorológico Central do território. 
O número de mortos no terremoto aumentou nesta segunda-feira para 38, enquanto as equipes de resgate tentam resgatar as 113 pessoas que se estima que ainda estejam presas entre os escombros.
Dois sobreviventes que permaneceram soterrados por mais de 50 horas após o forte terremoto que sacudiu Taiwan no sábado (6), foram resgatados nesta segunda-feira (8), informam autoridades.
Um homem de 40 anos foi retirado com ajuda de una grua dos escombros do prédio onde morava, em Tainan. A operação durou cerca de 20 horas. Eke foi identificado como Lee Tsung-tian.As equipes de resgate também salvaram a uma mulher logo após escutarem seus gritos de socorro.
Mais de 50 horas depois do tremor, as equipes de socorro tentam entrar entre os escombros do edifício Weiguan Jinlong, o mais afetado pelo terremoto e no qual estavam 36 dos 38 mortos, entre eles um bebê de dez dias.
O primeiro-ministro taiuanês, Simon Chang, disse que as operações de resgate seguiram "até o último minuto", e já se utiliza maquinaria pesada para chegar pelo menos às pessoas que têm maiores probabilidades de estarem vivas.
Uma equipe japonesa e outras duas chinesas estão cooperando com os taiuaneses na operação de salvamento, que conseguiu resgatar mais de 310 pessoas, várias vivas após mais de 30 horas sob os escombros no edifício Weiguan Jinlong, de Tainan.
Entre os 113 desaparecidos, segundo números de Serviço Nacional de Emergências, há quatro universitários que se suspeita ficaram presos em outro edifício derrubado, no distrito de Yongkang de Tainan, informaram so bombeiros.
Entre os resgatados após mais de 30 horas estão dois homens de cerca de 20 anos, um de sobrenome Kuo, que desceu a escada na fachada do edifício acompanhado de bombeiros, e outro de sobrenome Huang.
Também passadas as 30 horas desde o terremoto, uma criança de 11 anos enviou uma mensagem por uma rede social e disse que estava com seu irmão no apartamento B7-1, o que mobilizou a operação de resgate.
Já se restaurou o fornecimento de eletricidade para a maior parte dos 173 mil lares que sofreram cortes de energia e também o tráfego ferroviário até a cidade central de Chiayi.
O ministério da Educação informou que 289 escolas no sul de Taiwan, principalmente em Tainan e Kaohsiung, foram afetadas pelo terremoto e que uma aluna morreu, enquanto outros três estudantes ficaram feridos.
Terremotos são comuns em Taiwan, mas eles costumam causar poucos danos. A última grande tragédia ocorreu em 1999, quando um tremor de magnitude 7,6 matou mais de 2,3 mil pessoas.

fonte: G 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário