quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

ANO LETIVO SE INICIA COM O INGRESSO SIMBÓLICO DOS NOVO ALUNOS


A primeira cerimônia do ano de 2016, realizada durante a formatura geral de 05 de fevereiro, marcou o ingresso de 166 novos alunos no CMPA e, simbolicamente, o início do ano letivo que, na prática, havia começado no dia anterior.
Com os novos alunos postados nas calçadas externas do CMPA, o Cel Genessi Sá Junior, Comandante e Diretor de Ensino, entregou a Chave Simbólica ao aluno do 6º Ano Felipe Tomaz Tancredo que, com 10 anos de idade, é o aluno mais novo do Colégio Militar. Esta condição o tornou o Aluno Claviculário, ou seja, aquele que, de posse da Chave Simbólica, "abriu" o Portão das Armas para o ingresso dos demais novos alunos.
Após terem ingressado em duas colunas, sob os aplausos dos professores formados em duas fileiras no Corpo da Guarda, os novos alunos compuseram um grande grupamento no centro do Pátio Plácido de Castro, em local de destaque.
A seguir, o Batalhão Escolar foi apresentado ao Cel Sá pela futura Coronel Aluna Júlia Marrone Castanho, sendo cantada, após, a Canção do CMPA.
Foi realizado, então, pelos novos alunos, o solene Juramento do Aluno perante o Estandarte do CMPA, conduzido pela Al Caroline Nudelman Jardim:
- “Incorporando-me ao Colégio Militar de Porto Alegre, e perante seu nobre estandarte, assumo o compromisso de cumprir, com honestidade, meus deveres de estudante, de ser bom filho, de ser disciplinado e de cultivar as virtudes morais para tornar-me herdeiro de suas gloriosas tradições e honrado cidadão de minha Pátria”.
Em suas palavras aos novos alunos e seus pais, o Comandante ressaltou as características dos alunos do Colégio Militar, enfatizando o necessário culto aos valores morais e afetivos que os diferenciam na vida escolar e que também farão a diferença no futuro, como cidadãos e profissionais. Finalizou, dando as boas-vindas a todos os alunos, profissionais e pais, desejando-lhes um excelente e produtivo ano letivo. (Íntegra das palavras do Cmt após as fotos)
Encerrando a cerimônia, o grupamento, por vez primeira, foi incorporado ao Batalhão Escolar e com ele desfilou em continência ao Comandante e Diretor de Ensino do CMPA.
No palanque, junto ao Comandante, a presença do Cel Inf José Herculano Azambuja Júnior (novo Comandante), do Cel Ramsés Martins Serra - Subdiretor de Ensino, do Tenente-Coronel FernandoCunha de Almeida - Comandante do 3º Regimento de Cavalaria de Guarda, e do casal ST Cav Fábio Rogério Pizzutti e Sra. Ramona Tancredo, respectivamente padrasto e mãe do Al Tancredo.
Após a formatura, o Cel Sá reuniu no Salão Brasil os pais presentes e proferiu uma palestra sobre as principais características e valores do CMPA, bem como sobre aspectos do dia a dia da vida do aluno.
.
PALAVRAS DO COMANDANTE
Caros novos 166 alunos, que adentraram agora o Portão das Armas do secular Casarão da Várzea, sejam bem vindos ao Colégio Militar de Porto Alegre.

Essa entrada simbólica dá-lhes o direito de pertencerem à “família garança” e serem chamados de "baleiros". O Colégio dos Presidentes não é melhor nem pior que qualquer outro colégio de Porto Alegre. É apenas diferente, por três pequenas grandes razões.
A primeira porque seus alunos utilizam uniforme tradicionalmente conhecido, a fim de unificar todos, gerando a igualdade entre alunos e evitando a discriminação. Portanto, vocês todos são alunos e receberão tratamento igual, imparcial e previsto em leis e normas. O uso do uniforme é obrigatório. Quando muito bem apresentado, gera o direito a elogio. Mas o desleixo com ele é falta disciplinar. Todos que por aqui ou qualquer outro Colégio Militar passaram, envergaram-no com imenso orgulho. Digo isso porque o usei por sete anos.
A segunda se refere aos valores morais e a ética praticados e ensinados em todo Sistema Colégios Militares do Brasil. São valores cultuados no Exército Brasileiro. São valores necessários ao cidadão. Ética voltada à civilidade, ao convívio justo entre pessoas. A prática desses valores não lhes darão notas escolares, mas os transformarão em cidadãos cônscios de seus deveres, antes de exigirem direitos. Farão de vocês trabalhadores disputadíssimos no futuro, que não está muito longe. Talvez para bem internalizar os valores morais, sejam necessárias medidas disciplinares. Pais não se preocupem, pois isso não os diminuirão nem maculará suas virtudes. Fui aluno e sofri estudos obrigatórios e retiradas.
A terceira pequena e grande diferença está no comprometimento dos docentes, agentes de ensino e administrativos com quem travarão contato. Os professores lhes ministrarão aulas com ternura e dedicação, porque amam o que fazem. Os instrutores e monitores lhes complementarão a educação recebida em casa. Serão mais duros, talvez, mas farão tudo para o bem de vocês. Os agentes de ensino estarão sempre de olho em vocês. Buscando criar um ambiente de socialização quase perfeito. Serão amigos e formadores.
Os que trabalham na administração, desde o soldado até o coronel, farão de tudo para manter as instalações nas melhores condições de uso e contarão com a compreensão e educação de vocês, que não deverão sujar ou estragar nada. Mas se sujarem, limparão; e se estragarem, consertarão.
No Velho Casarão, senhores pais e alunos, a meritocracia é levada a efeito. A responsabilidade avaliada. A lealdade exigida. O "baleiro" segue o Código de Honra que consta no Manual do Aluno. Cumpre, primeiro, os deveres. Depois exige seus direitos de aluno. Trata o próximo como quer que o tratem. Mira-se nos bons exemplos.
Enfim, sejam baleiros, sempre, dentro ou fora do Colégio Casarão da Várzea. E, parabéns! Pois vocês são agora alunos do CMPA. 
fonte cmpa.tche.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário