domingo, 14 de fevereiro de 2016

CABO DA POLÍCIA MILITAR MORTO NA PARAÍBA É ENTERRADO EM SANTA RITA


Cortejo seguiu pelas ruas de Santa Rita, onde o cabo foi enterrado.
Suspeito do crime, que aconteceu no sábado (13), ainda não foi localizado.

Foi enterrado no fim da tarde deste domingo (14) no cemitério de Tibiri, em Santa Rita o corpo do cabo da Polícia Militar João Laurentino do Nascimento, de 48 anos. O corpo do policial foi levado em um carro aberto do Corpo de Bombeiros, e o cortejo seguiu pelas ruas da cidade até o cemitério, onde amigos, familiares e colegas de trabalho prestaram as últimas homenagens ao policial. O corpo da mulher que morreu no mesmo momento do policial também foi velado e enterrado no mesmo local, também durante a tarde.

O cabo foi morto na noite do sábado (13) em um bar no distrito de Várzea Nova, após uma troca de tiros. Ele estava de folga no estabelecimento quando um homem armado chegou no local para matar uma funcionária. O cabo da PM então teria reagido e foi morto pelo suspeito. A mulher que trabalhava no bar ainda chegou a ser socorrida, mas morreu no Hospital de Trauma de João Pessoa. Segundo a dona do bar, a vítima estava grávida de seis meses.

Segundo o comandante no 7º Batalhão de Polícia Militar, coronel Júlio César, pelas primeiras informações levantadas, o crime tem relação com outros dois homicídios anteriores, do pai e do marido da mulher que foi vitima no sábado. Alguns detalhes sobre a possível identidade do suspeito foram repassados para a polícia civil. Muitos policiais participaram do enterro, inclusive o comandante geral da PM, coronel Euller Chaves, mas nem eles nem a família da mulher quiseram falar com a imprensa. Coforme o comunicado oficial da polícia publicado ainda no sábado, o policial era lotado no 7º Batalhão de Polícia Militar e tinha 24 anos de serviços prestados à corporação.

As Polícias Militar e Civil estão em busca do suspeito do crime, mas até as 16h (horário local) deste domingo nenhum suspeito havia sido detido e preso. A polícia pede para que qualquer informação seja repassada pelo 197 Disque Denúncia. O crime está sendo investigado.

Este é o segundo caso de assassinato de policiais militares este mês na Região Metropolitana de João Pessoa. O último caso foi registrado na noite quinta-feira (04), quando um tenente do serviço de inteligência foi morto durante uma ação policial na Zona Sul da capital
fonte G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário