quarta-feira, 9 de março de 2016

Após 4 meses,bombeiros encontram corpo de mais uma vítima da tragédia de Mariana


O corpo foi encontrado dentro da cabine de uma caminhão, 800 metros abaixo da área de rompimento
Equipes do Corpo de Bombeiros encontraram nesta quarta-feira (9) à tarde o corpo de mais uma vítima do rompimento de uma barragem da mineradora Samarco no município de Mariana (MG), em novembro do ano passado. O corpo, encontrado dentro da cabine de uma caminhão, 800 metros abaixo da área de rompimento, só será removido após perícia da Polícia Civil.
A vítima ainda não foi identificada. O rompimento da barragem deixou 19 mortos. Ainda estavam desaparecidos os corpos de Edmirson José Pessoa, 48 anos, funcionário da Samarco, e de Ailton Martins dos Santos, 55 anos, da Integral Engenharia.
Além das mortes, a tragédia causou destruição da vegetação nativa e poluiu as águas da bacia do Rio Doce. Na semana passada, a Samarco, os governos federal, de Minas Gerais e do Espírito Santo assinaram um acordo que prevê 39 projetos para atenuar as consequências do rompimento da barragem.
A iniciativa teria um custo inicial de R$4,4 bilhões, a ser desembolsado pela mineradora nos primeiros três anos. O acordo ainda precisa ser homologado pela Justiça.
A barragem da mineradora Samarco se rompeu na tarde do dia 5 de novembro, no distrito de Bento Rodrigues, zona rural a 23 quilômetros de Mariana, em Minas Gerais, e inundou a região com lama, rejeitos sólidos e água usados no processo de mineração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário