sábado, 12 de março de 2016

Sobe para 20 o número de mortos na Grande SP e no interior do Estado após chuvas

Deslizamentos e enchentes causados pelo temporal de quinta e sexta-feira deixaram vítimas em Mairiporã, Itapevi, Francisco Morato, Cajamar, Guarulhos, Franco da Rocha e ItatibaMais uma vítima decorrente das chuvas de quinta (10) e sexta-feira (11) na Grande São Paulo e no interior do Estado foi encontrada na madrugada deste sábado (12), e o número de mortos subiu para 20. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a pessoa, moradora de Franco da Rocha, tentou atravessar um ponto de alagamento e afundou. A vítima sofreu uma parada cardíaca e foi encaminhada ao pronto-socorro estadual de Franscisco Morato, mas não resistiu.
Até agora foram contabilizadas 18 mortes na Grande São Paulo: cinco em Mairiporã, duas em Itapevi e oito em Francisco Morato, todas por soterramento devido a deslizamentos de terra. Outras três vítimas morreram por afogamento – em Guarulhos, Cajamar e Franco da Rocha. Em Itatiba, no interior do Estado, outras duas pessoas morreram. A corporação informou que ainda há cinco desaparecidos em Mairiporã e que 62 bombeiros em 15 viaturas foram encaminhados ao local para realizar buscas.
A presidente Dilma Rousseff embarcou nesta manhã para Franco da Rocha, onde vai sobrevoar as áreas atingidas pela chuva. Dilma está acompanhada do ministro interino da Integração Nacional, Carlos Vieira, e do secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Adriano Pereira, e deve voltar para Brasília no início da tarde.
O temporal deixou diversas cidades de São Paulo debaixo d'água, causou transtorno no trânsito na capital paulista, interditou pontos das Marginais Tietê e Pinheiros, fechou o Aeroporto Internacional de Guarulhos, desacelerou a velocidade dos trens da CPTM e provocou destruição em várias regiões. 
O governador Geraldo Alckmin visitou Franco da Rocha e Mairiporã, duas das cidades onde a situação ficou mais crítica. "A primeira tarefa é ajudar as pessoas, acolher as famílias”, ressaltou o governador na sexta-feira. “As cidades solicitaram ajuda humanitária e serão encaminhados colchões, lençóis, cestas básicas, kits de higiene pessoal e kits de limpeza", completou Alckmin.




 fonte ultimosegundo.ig

Nenhum comentário:

Postar um comentário